Torre Branca: História e curiosidades sobre a marca registrada de Thessaloniki.

História


A Torre Branca é o monumento símbolo de Thessaloniki, localizada no calçadão do centro da cidade, o Porto.

A cronologia exata não é conhecida, mas é suposto que a torre tenha sido construída no final do século 15 após a conquista de Salonica pelos turcos, substituindo uma torre bizantina anterior – de acordo com o relato do Metropolitano de Thessaloniki,  Efstáthios, em uma descrição do cerco cidade pelos normandos em 1185.

Durante a sua longa história, a torre mudou de nome e utilidade várias vezes. No século 18 era conhecida como “Fortaleza de Kalamariá“, enquanto no século 19 como “Torre de Janízaros” e “Torre de Sangue“. Os dois últimos nomes são devido ao fato de que nessa época a torre era usada como prisão de condenados a morte e seu revestimento exterior era “pintado” com o sangue das execuções frequentes dos prisioneiros dos Janízaros.

Curiosidade: Em 1890, um prisioneiro, para ganhar a sua liberdade, foi obrigado a pintar a torre inteira utilizando cal. Desde então a torre adotou seu atual nome – Torre Branca.

1895

1895

1900

1900

1902

1902

1903

1903

1908

1908

Após a libertação de Salonica, em 1912, a torre – concedida ao povo grego – tinha ocasionalmente várias utilizações.

Durante a Primeira Guerra Mundial foi utilizada como centro de comunicação entre aliados, enquanto em 1916 o primeiro andar foi usado para armazenar antiguidades provenientes de atividades arqueológicas de forças britânicas.

Também foi usado para a defesa aérea da cidade e como Laboratório Metereológico da Universidade de Thessaloniki.

1950

1950

A torre é cilíndrica com uma altura de 33,9m ε um diâmetro de 22,7m. Além do térreo, possui seis andares que se comunicam através dos 120m de escada, que serpenteia em seu interior acoplada na parede obtendo uma forma de parafuso e deixando no centro uma circular com diâmetro 8,5m. Assim, cada andar possui uma câmara circular central.

Curiosidade: Apesar dos 120m, escada possui 100 degraus (contados por mim hahaha). Ou seja cada degrau possui mais de 1m de comprimento >.<

O último piso superior tem apenas um hall central, formando em volta um loft, com uma vista incrível de toda a cidade e do mar a frente.

Através das evidências históricas e também do layout externo das instalações que sugerem a existência de lareiras, chaminés e pequenos banheiros com uma rede de esgotos, conclui-se que a  torre não era apenas para uso defensivo, mas também para a hospedagem militar.

Em 1983-1985 através da nona Supervisão de Antiguidades Bizantinas, o munumento foi restaurado e transformado em um espaço de exposição. Por ocasião da celebração dos 2300 anos desde a fundação da Thessaloniki, a torre abrigou a exposição “Thessaloniki – História e Arte”, e em 2001 abrigou a exposição temporária “Horas Bizâncio – Vida Diária em Bizâncio”.

Em setembro de 2008 abriu uma nova exposição permanente sobre a história de Thessaloniki desde a sua criação até os dias atuais. O relatório foi financiado pela União Europeia e pelo Estado grego (Ministério da Cultura).

Hoje a Torre Branca está aberta ao público, e os hóspedes têm a oportunidade de desfrutar da magnífica vista panorâmica do alto. Dentro da torre há um museu muito especial que aguarda os visitantes. É um espaço dedicado à história longa e multicultural de Salónica  e suas modificações por seus habitantes ao longo dos anos.

Um museu, muitos sentimentos


Entrando na Torre Branca percebemos já de cara que estamos no coração da cidade! Através de apresentações de características específicas da cidade como o carácter urbano e seu povo, podemos compreender a Thessaloniki temporal. O relatório centra-se em momentos-chave e aspectos da vida.

A localização geográfica da cidade, como o centro das rotas comerciais e marítimas em toda a região, alterações no desenvolvimento urbano, os principais eventos de sua história, mas também a vida espiritual e social da cidade, são alguns dos principais temas dos vários andares da torre.

Os hóspedes têm a oportunidade de desfrutar de um passeio, desde a fundação da cidade 23 séculos atrás, até o passado recente e experimentar diferentes culturas que moldaram a sua identidade atual por meio de suas comunidades.

Através de aplicações inteligentes de multimídia, imagens atmosféricas e sons e usando telas sensíveis ao toque, cada visitante tem a oportunidade de aprender um monte de informações sobre todos os lugares que podem ser visitados que ali existiam ao longo dos séculos!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A torre é um ponto focal para aqueles que querem aprender mais sobre Thessaloniki. Obtendo mais informações como os mais importantes monumentos da cidade e a distãncia até eles, certamente, é o lugar ideal para começar a explorar a cidade!

Informações para visitantes


Localização: Avenida Nikis, Centro. Thessaloniki, Grécia
Horário de funcionamento: terça a domingo das 08:00 a 15:00
Contato: +30 2310 267 832
Entrada: Completa: € 4, reduzido: € 2
Pacote especial bilhete: Completa: € 15, reduzido: € 8 (Inclui acesso a diversos museus e sítios arqueológicos da cidade)

Para mais informações clique aqui

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gostou? Curta ou deixe um comentário para que eu possa trazer mais história dessa cidade que eu amo ❤

Um beijo, Ana

Anúncios

20 Respostas para “Torre Branca: História e curiosidades sobre a marca registrada de Thessaloniki.”

  1. Juliana Moreti (turistando.in)

    Ana querida…
    Adorei teu post! Thessaloniki deve ser linda!!!!!
    Sabe o que seria muito interessante para este post? Fotos recentes feitas do local aproximado das fotos antigas! Ia ficar show!!!!
    😉
    beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. TAG: Morando fora do Brasil – Salonisses

    […] Torre branca. Eu amo. Já visitei diversas vezes e sei qua ainda vou subir aquela torre ainda inúmeras vezes. Do seu topo é possivel ver todo o centro da cidade, o porto e o Golfo Termaico. É simplesmente incrível. A torre é a marca registrada da cidade e sua história envolve centenas de anos, vidas, impérios, sentimentos – saiba mais […]

    Curtir

    Responder

Deixe seu comentário :-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: