Salonica e o “Grande Incêndio de 1917”

Em 2017 irá completar-se 100 anos da ocorrência do incêndio devastador de 1917, que marcou a história de Salonica.

Foi uma coincidência que mudou significativamente a fisionomia da cidade. O fogo dentro de 30 horas queimou uma área de 1.000.000m², operações financeiras e comerciais, serviços administrativos, áreas de lazer e as mais importantes bases espirituais e religiosas, juntamente com seus registros, além de ter desabrigado mais de 70.000 pessoas.

Como começou


O fogo, de acordo com o resultado das investigações conduzidas pelas autoridades judiciárias de Thessaloniki começou no sábado, dia 18 de agosto de 1917 às 3 da tarde, em uma casa humilde no endereço Olimpiados 3 (bem aqui perto de casa :/ ) entre a cidade alta e o centro. Causada por uma faísca do fogo da cozinha e se alastrandro através de um armazém adjacente de palha.

A falta de água e a indiferença dos vizinhos impossibilitou que o fogo inicial fosse apagado e por causa do vento forte o fogo se espalhou para as casas vizinhas e por todo o centro de Salonica.

Inicialmente o fogo seguiu duas direções: para a Casa do Governo  e para o centro comercial. O palácio foi salvo graças aos esforços dos funcionários que ali trabalhavam. O vento levantou-se e o fogo desceu para o centro da cidade.

Na madrugada do dia seguinte, o vento mudou de direção e as duas frentes de incêndio destruiram todo o centro comercial. Ao meio dia as chamas passaram em torno da Igreja Agia Sophia, sem nenhuma destruição e continuaram até a rua Ethnikis Amínis, onde o fogo parou – as 9 horas da noite de 19 de agosto.

Consequências


O número de  vítimas do incêndio foi estimado em cerca de 72.500. O relatório menciona separadamente as vítimas em três comunidades: 50.000 judeus, 12.500 ortodoxos e 10.000 muçulmanos.

O incêndio destruiu 32% da área total de Salonica, ou seja, 1.000.000 metros quadrados. A quantidade de danos materiais foi estimado em 8.000.000 moedas de ouro.

01 Mapa Incêndio
Mapa do Incêndio

Entre os edifícios queimados estão: a Câmara Municipal, as empresas de abastecimento de água e a fábrica de gás, o Banco Otomano, o Banco Nacional, os depósitos do Banco de Atenas, a igreja de Agios Dimitrios e duas outras igrejas ortodoxas, a Mesquita Saatlı e outras onze mesquitas. Também foram destruídos a impressão da maioria dos jornais, 4.096 das 7.695 lojas, deixando desempregados 70% dos funcionários.

Apesar da grande destruição e milhares de vítimas, nenhum morador da cidade foi morto pelo fogo porque sua propagação foi lenta. Porém, alguns soldados franceses bêbados foram presos em uma taverna e queimados vivos.

02 Aerea
Foto Aérea

03 Plateia Eleytherias
Praça da Liberdade – Plateía Eleftherías

03 Εgnatia
Rua Egnatia

02 Αγ. Δημήτριος
Igreja Agios Dimitrios

04 Ερείπια
Bairro Judeu

05 Συντρίμια Αγοράς
Centro Comercial

06 Πυροπαθείς
Vítimas refugiadas

Uma nova Thessaloniki


Apenas alguns dias após a destruição o governo Venizelos anunciou que não seria possível reconstruir a cidade, somente com base em um novo plano de desenvolvimento, de acordo com a Lei n. 823/1917 elaborado pelo ministro dos Transportes Alexandros Papanastasiou.

A “Comissão Internacional do Novo Plano de Thessaloniki” foi fundada para preparar o planejamento da cidade – feito pelo arquiteto francês Ernerst Hebrard, que foi entregue à Administração Geral da Macedonia em 29 de junho de 1918. O plano não foi totalmente implementado por causa dos fundos insuficientes, mas a cidade passou por uma grande melhoria – em relação ao seu estado anterior de destruição –  dando-lhe um layout e aparência modernos (arquitetura mantida até hoje).

Relações como livro: O FIO


Tessalônica, 1917. No momento do nascimento de Dimitri Komninos, o fogo devasta a cidade multicultural onde cristãos, judeus e muçulmanos convivem. Cinco anos depois, a jovem Katerina foge para a Grécia quando sua casa na Ásia Menor é destruída pelo exército turco. Ao se perder da mãe em meio ao caos, ela acaba em um navio cujo destino é desconhecido. Nesse esse dia, as vidas de Dimitri e Katerina se entrelaçam: entre si e com a história da cidade.

O Fio conta a história de Dimitri e Katerina, moradores da Tessalônica, cidade da Grécia. A trama passa pelas guerras mundiais e também por uma guerra civil, mostrando o grande incêndio, terremoto, as dificuldades e modificações pelas quais a cidade passou.

A narrativa emocionante de Victoria Hislop —  une ficção e história ao contar a saga de duas famílias na segunda maior cidade grega.

Vale a pena a leitura! 🙂

#ficaadica

 

Anúncios

28 comentários

    1. Itamar, é mesmo só um capítulo de tantos desastres que não só Thessaloniki mas a Grécia como um todo já viveu. Acho que é o que torna cada cantinho desse lugar especial pra mim… aprender e viver próximo a história deixada 🙂

      Curtir

  1. Gente, que história triste! Muito terrível um evento dessa natureza destruir a cidade… E como vc mesma mostrou, também são terríveis as consequências disso, como o desemprego e os prejuízos financeiros. Ainda bem que a cidade se recuperou e a lição foi aprendida! Obrigada por compartilhar esse pedaço da História conosco. Beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa que triste.. Graças a Deus esse tipo de incêndio já nas acontece com as mesma frequências como acontecia até no século passado. Cidades como Boston, Chicago, Londres, São Francisco, Tóquio e várias outras já passaram por isso também.. Coincidentemente essa semana um incêndio florestal fora de controle anda ameaçando e destruiu algumas casas em Port Hill nos arredores de Christchurch na Nova Zelândia.. É muito triste ver as pessoas perderem tudo que tem para o fogo.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Caramba que triste né… foi um acidente que marcou a vida e história da cidade, assim como todas essa citadas, certamente. Imagine como naquela época em que serviços básicos de saneamento dentre outros serviços eram menos acessíveis como era complicado controlar e solucionar situações como essa :/

      Curtir

Deixe seu comentário :-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s